MEUS SEGUIDORES

quarta-feira, 4 de julho de 2012

A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO.



A importância do planejamento pedagógico.


O planejamento escolar ou pedagógico  serve para o professor ter consciência da grande importância de um bom plano educacional.
Planejar é estudar, organizar, coordenar, ações a serem tomadas para a realização de uma atividade visando solucionar um problema ou alcançar um objetivo.
Na educação o planejamento envolve a integração do professor-aluno com as relações sociais - econômicas, políticas, culturais – bem como os elementos escolares – objetivo, conteúdo, métodos, como a função de explicitar princípios e execução das atividades escolares e possibilitar as ações do professor na realização de um ensino de qualidade, evitando a monotonia e a rotina e o desinteresse do processo ensino-aprendizagem, assim como proporciona aos alunos conhecer a realidade social através dos conteúdos programados e planejados.
Na educação em geral precisa ser voltado com o comprometimento na formação pessoal de cada aluno contribuindo com objetivo, carinho e amor. Portanto, deve- se levar em conta a diferença de idade de cada aluno, pois cada idade tem um tipo de necessidade.
O planejamento faz parte da rotina de cada educador, pode ter significativa apenas no papel, ou regra escolar para alguns educadores, pois existe educador que não segue dentro da sala de aula o que planejou anteriormente e que não julga o seu trabalho diário importante deste modo acaba descumprindo o seu papel, elabora apenas para mostrar na direção da escola.
No  entanto, o planejamento deve ser  um guia de orientação que auxilia na concretização daquilo que se almeja. O planejamento se torna necessário ao educador a medida que esse se preocupa em ter qualidade no que faz. É um caminho traçado, que  precisa  ter sentido para o educador pois, ele facilita sua prática no dia-dia. O planejamento favorece a reflexão sobre a prática educativa. Sendo assim suas ações atuam não somente em seus alunos, mais também em si mesmo e acabam por afetar o a sociedade. Se o papel do professor é o de provocar desequilíbrio, mudança, também nessa ação, o planejamento se torna um passo principal, possibilitando caminhos ao conhecimento, as mudanças e a transformação, que são os objetivos da educação.
 O planejamento então deve estar de acordo com o nível dos educandos, relacionando os conteúdos, os conhecimentos próprios e a realidade de forma a criar novos conhecimentos que auxiliem na vida cotidiana do educando.
A proposta pedagógica e curricular da escola serve como base para o planejamento do professor, mas são apenas caminhos, porém cabe ao educador apropriar-se do planejamento como algo vivo, real, e principalmente, ter a consciência da grande importância de um bom planejamento educacional, esse é um desafio que deve ser superado para os professores que ainda não descobriram a conciliar planejamento e prática educacional.
O planejamento escolar faz parte da rotina, é algo bem conhecido pelos educadores, mas poderá ter significado apenas no papel, se for apenas uma regra da escola, caso o professor não aplique no seu dia.a-dia, pois existe educador que não segue de fato, dentro da sala de aula o que planejou anteriormente, e também não julga importante no seu trabalho diário, desta forma, este professor acaba que se negando como profissional, e não tendo comprometimento com seus alunos e consigo mesmo, se torna contraditório, o que escreve para apresentar à direção da escola com a sua prática docente, desta forma, o professor brinca de educar e a criança brinca de aprender, pois não existe um caminho à ser trilhado, o educador que não planeja, não reflete sobre a sua prática, acaba que, improvisando tudo e acha, equivocando-se, que faz um bom trabalho.
O planejamento precisa fazer sentido para o professor, pois ele é um instrumento que visa ajudar e facilitar a sua prática. Ao planejar, antecipamos uma série de acontecimentos que podem ocorrer na ação e nos preparamos para lidar com eles, diminuindo assim a quantidade de imprevistos e tornando as nossas ações mais precisas e de melhor qualidade. Também aprendemos que o planejamento favorece a reflexão sobre a prática educativa.
Transformar a realidade que se tem, criar algo de novo através do trabalho que se pode fazer na escola supõe conhecer bem as condições reais e enxergar um pouco à frente, estabelecendo o que se pretende atingir com os alunos ao final do seu trabalho. Planejar tem, portanto, um sentido bastante relevante na atividade educacional, e requer de seus profissionais um planejamento baseado em aspectos de desenvolvimento do aluno.


FONTES DE PESQUISA:


Um comentário:

  1. Realmente o professor que não se planeja se perde, porque está sempre desorganizado. Aliás, na vida em tudo temos que nos planejar antecipadamente. Muito boas suas postagens, parabéns pelo blog. Célia.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua Opinião é Muito Importante!
Colabore! Abraços Lourdes Duarte.