MEUS SEGUIDORES

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

AMAR PARA ENTENDER Lucas Antônio




AMAR PARA ENTENDER




Chamam-me de tresloucado

Porque com a noite fico maravilhado.

Ao olhar para o céu ouço estrelas,

Digo ainda que posso compreendê-las.




Elas só se vão

Quando o sol desponta-se no chão.

Em toda via lacta quantas são?

Com certeza mais de um milhão.




Dizem que vou enlouquecer

Porque as observo até o amanhecer.

Mas amo,porque ouço estrelas

E só quem ama pode compreendê-las.



Lucas Antônio 



AMOR À SANGUE FRIO - Lucas Antônio





AMOR À SANGUE FRIO



Juras de amor
Promessas sem dor
Sorrisos e abraços
Tudo no compaço.


Ele fez chorar
Tudo foram terminar.
Ele feliz seguia,
Ela tristeza a consumia.


Ele descobre
Ela se cobre
Ele aparece
Ela falece.





Lucas António




sábado, 6 de agosto de 2016

ABERTURA DOS JOGOS OLÍMPICOS RIO, 2016.







       O Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, recebeu na noite desta sexta-feira  a tão aguardada cerimônia de abertura oficial dos Jogos Olímpicos Rio 2016, um dos maiores espectáculos da Terra. O evento de abertura teve um tom voltado para grandes questões sociais e ambientais do planeta.
Lindo e inesquecível!
Parabéns Brasil, por mostrar ao mundo que sabe fazer acontecimentos belos utilizado matérias simples e seres humanos incríveis,
Nessas horas eu digo: "Eu sou brasileira, com muito orgulho, com muito amor".




Fotos, cópias da Internet em diferentes sites.

terça-feira, 2 de agosto de 2016

MENSAGEM DO DIA " O MENINO E O CARVÃO"




O MENINO E O CARVÃO


O garoto chega em casa pisando forte e diz ao pai:
- Estou com muita raiva do Lucas, papai! Ele me envergonhou na escola e agora eu desejo tudo de ruim pra ele!
O pai então o leva até o quintal, com um saco de carvão e diz:
- Filho, quero que jogue os pedaços de carvão naquele lençol que está pendurado no varal, como se ele fosse o Lucas.
O filho sem entender, mas empolgado com a brincadeira, faz o que o pai pediu.
Ao final, o garoto diz estar feliz por ter sujado uma parte do lençol, como se fosse o coleguinha.
O pai então o leva diante do espelho e para a surpresa do garoto, a aparência dele era tão preta, que mal conseguia enxergar os próprios olhos. O pai então concluiu:
- Veja meu filho, o mal que desejamos aos outros é como esse carvão. Ele pôde até sujar um pouco do lençol, mas na verdade o maior prejudicado foi quem o jogou.


Autor desconhecido