MEUS SEGUIDORES

sábado, 7 de abril de 2012

TEXTOS QUE NOS LEVAM A REFLETIR


Era uma vez uma menina que tinha como seu melhor amigo um Pássaro Encantado.
Ele era encantado por duas razões:
Primeiro porque ele não vivia em gaiolas.
Vivia solto.
Vinha quando queria.
Vinha porque amava.Segundo, porque sempre que voltava suas penas tinham cores diferentes, as cores dos lugares por onde tinha voado.
Certa vez voltou com penas imaculadamente brancas, e ele contou estórias de montanhas cobertas de neve. Outra vez suas penas estavam vermelhas, e ele contou estórias de desertos incendiados pelo sol. Era grande a felicidade quando estavam juntos. Mas sempre chegava o momento quando o pássaro dizia:
"Tenho de partir."
A menina chorava e implorava:
"Por favor não vá fico tão triste. Terei saudades e vou chorar..."
"Eu também terei saudades", dizia o pássaro. "Eu também vou chorar. Mas vou lhe contar um segredo: eu só sou encantado por causa da saudade que faz com que as minhas penas fiquem bonitas. Se eu não for não haverá saudade. E eu deixarei de ser o Pássaro Encantado e você deixará de me amar."
E partia. A menina sozinha, chorava. E foi numa noite de saudade que ela teve a idéia: "Se o Pássaro não puder partir, ele ficará. Se ele ficar, seremos felizes para sempre. E para ele não partir basta que eu o prenda numa gaiola."
Assim aconteceu. A menina comprou uma gaiola de prata, a mais linda.
Quando o pássaro voltou eles se abraçaram, ele contou estórias e adormeceu.
A menina, aproveitando-se do seu sono, o engaiolou. Quando o pássaro acordou ele deu um grito de dor.
"Ah! Menina...que é isso que você fez? Quebrou-se o encanto. Minhas penas ficarão feias e eu me esquecerei das estórias.
Sem a saudade o amor irá embora..."
A menina não acreditou. Pensou que ele acabaria por acostumar.
Mas não foi isso que aconteceu. Caíram suas plumas e o penacho. Os vermelhos, os verdes e os azuis das penas transformaram-se num cinzento triste. E veio o silêncio: deixou de cantar. Também a menina se entristeceu.
Não era aquele o pássaro que ela amava. E de noite chorava pensando naquilo que havia feito com seu amigo...
Até que não mais agüentou. Abriu a porta da gaiola.
"Pode ir, Pássaro", ela disse." Volte quando você quiser..."
"Obrigado, menina", disse o Pássaro.
"Irei e voltarei quando ficar encantado de novo. E você sabe: ficarei encantado de novo, quando a saudade voltar dentro de mim e dentro de você! "
Rubem Alves





Depois de plantada a semente do bambu chinês, vê-se durante quatro anos apenas o lento desabrochar de um diminuto broto.Não se percebe que ali está um pé de bambu. Durante quatro anos,todo o crescimento é subterrâneo,numa estrutura de raiz, que se estende pela terra. Mas no quinto ano,entretanto, de forma surpreendente, para os que não conhecem, o bambu chinês começa crescer rapidamente, até atingir vinte e quatro metros.
Este texto tem a ver com a nossa vida. Muitas vezes esperamos resultados imediatos e nos sentimos frustrados ao não atingi-los, você trabalha, investe tempo e esforço, faz tudo o que pode para nutrir o seu crescimento e, às vezes, não se vê nada por semanas, meses ou mesmo anos.
Temos que ter paciência; o “quinto ano” chegará, e, da mesma forma que com o bambu chinês, muitos ficarão surpreendidos. Agora, se você cortar o broto, não teremos um pé de bambu.
O bambu chinês só atinge os vinte e quatro metros porque, durante quatro anos, desenvolveu uma maciça estrutura de raiz.

CRESCER...
É ser cada dia um pouco mais de nós mesmos.
É dar espontaneamente sem cobrar inconscientemente.
É aprender a ser feliz de dentro para fora.
É buscar no próximo um meio de nos prolongarmos.
É sentir a vida na natureza.
É conseguir a calma na hora do caos.
É saber a hora exata de parar e buscar um algo novo.
É reconhecer nossos erros e valorizar nossas virtudes.
É sabermos que nada nem ninguém é totalmente bom ou mau.
É exigir dos outros, apenas o que nós damos a eles.
É realizar algo edificante.
É sermos responsáveis por nossos atos e por suas consequências.
É nos amarmos para que possamos amar os outros como a nós mesmos

Eclipse do Amor( AUTOR DESC.)

No céu reinava a lua,
Cheia, brilhante, perfeita;
Contudo, insatisfeita.

Procurava seu par,
Mas só encontrava,
Seu próprio reflexo no mar.

Certo dia se descuidou
E da sua hora de dormir, então passou;
Foi quando algo súbito aconteceu:
Uma imensa luz no horizonte apareceu.

Jamais havia visto algo igual,
Pois alternava, a luz da noite e do dia, com o sol.

Naquele momento,
Este encontro aconteceu
E a luz da lua,
O sol escureceu.

O mar ficou estarrecido,
Pois jamais havia,
O sol e a lua,
Ao mesmo tempo refletido.

Contudo, manteve-se sereno,
Entendeu a grandeza,
Daquele momento supremo.

Quando o sol no céu se colocou,
Lado a lado com a lua então ficou.

Foram olhares penetrantes
E um brilhava dentro do outro,
A cada instante.

E como em um eclipse total,
A lua se atirou nos braços do sol.

O inevitável então aconteceu:
O sol, na lua, um beijo deu.

Foi assim que esse romance começou
E a lua, pelo sol, se apaixonou.

Já eram dois no reflexo do mar
E naquele momento decidiram,
Nunca mais, um do outro se separar.

Por isso, se os dois juntos
No céu você perceber,
Procure os olhos desviar,
Pois se encontram,
Não apenas para iluminar.

Creio que você já percebeu,
Que você é a lua
E o sol sou eu!


                                                             

"O JOIO E O TRIGO"(autor desc)

Dá amor para que possas conhecer o significado do amor em teu ser.

É dando que se recebe.
Se julgas, serás julgado, se atacas, estarás sujeito ao ataque também.
Dá somente o bem que repousa dentro de ti, para que possas aprender mais e mais a respeito daquilo que estás dando.
Quando estiveres aflito com a vida, entrega tua angústia à tua mente santa,
e esta dar-te-á meios para reencontrares o teu equilíbrio, a tua paz de espírito,
mostrando que tudo está dentro, pronto para que usufruas e conheças a bênção Daquele que te toma por Filho.
Lembra que tudo que alimentas cresce dentro de ti, e é nisso que acreditarás e é isso que viverás. Por isto cuida de ti, seleciona, aprende a separar o joio do trigo.
Diferenças são meios de ensino necessários para que através delas aprendas
o que procurar e o que evitar.
Não dês sentido ao mal, pois, se assim for estarás dando realidade a ele, e o mal não tem nenhum significado na Mente de Deus, portanto, não pode ter significado
na tua mente santa também.
Usa o perdão, o amor, a gentileza, assim estarás dando a ti mesmo o que é realmente necessário para florescer quieto e manso no jardim de Deus.



O Verdadeiro Sentido da Vida ( Autor desconhecido)

Cada um de nós encontra em sua vida um ser especial. Às vezes é um avô, um professor, um amigo de família.

Uma pessoa mais velha, paciente e sábia, que se interessou por nós e nos compreendeu quando éramos jovens, inquietos e inseguros.

Uma pessoa que nos fez olhar o mundo de um outro ângulo. Uma pessoa que, com seus conselhos e seu afeto, nos fez encontrar nosso caminho.

Assim aconteceu ao jovem Mitch Albom que se tornaria o colunista esportivo número um da América.

Durante os anos universitários, um professor lhe foi um grande amigo. Esse amigo o ensinou a amar os livros de forma autêntica.

Mesmo fora dos horários das aulas, eles se encontravam para discutir assuntos sérios. Assuntos como as relações humanas. Nessas ocasiões, o professor lhe dava lições extraordinárias de vida.

Certo dia, porque o aluno se queixava do choque entre o que a sociedade esperava dele e o que ele queria para si mesmo, o professor lhe falou:

A vida é uma série de puxões para a frente e para trás. Queremos fazer uma coisa, mas somos forçados a fazer outra.

Algumas coisas nos machucam, apesar de sabermos que não deviam. Aceitamos certas coisas mesmo sabendo que não devemos aceitar nada como absoluto.

Mas o amor, dizia ele, o amor vence sempre.

Quando saiu da Universidade, Mitch era um jovem idealista. Prometera a si mesmo que jamais trabalharia por dinheiro, que se alistaria nos Corpos da Paz, que viveria em lugares belos e inspiradores.

Mas os anos passaram e ele acabou trocando montes de sonhos por cheques cada vez mais gordos.

Então, um dia, dezesseis anos depois, ele tornou a encontrar o seu professor. Bem mais velho e doente.

Eram os seus últimos meses de vida. Durante catorze semanas, até a sua morte, trataram de temas fundamentais para a felicidade e a realização humanas.

Era a última grande lição: um ensinamento sobre o sentido da vida.

E o jornalista reavaliou sua vida. Refletiu sobre as verdades ensinadas pelo professor, como a da necessidade de buscar o crescimento ritual'>espiritual.

De deixar de se preocupar tanto com coisas materiais e observar o universo ao seu redor. O universo das afeições. A natureza que nos cerca.

A mudança que se opera nas árvores, a força do vento, as estações do ano.

E o velho mestre, caminhando para o túmulo arrastado por enfermidade incurável, finalizou a última grande lição ao seu antigo aluno com a frase:

Meu filho, quando se aprende a morrer, se aprende a viver.

A vida física é uma breve etapa. Sabedoria é ser aberto para as coisas belas que ela nos oferece. Para isso é preciso ignorar o brilho dos valores que a propaganda nos passa.

É preciso prestar atenção quando os entes queridos falam, como se fosse a última vez que os ouvisse.

É preciso andar com alegria como se fosse a última vez que pudéssemos estar de pé e nos servir das nossas pernas.

E, acima de tudo, lembrar que sempre é tempo de mudar.


 COMO SE MEDE AS PESSOAS? (autor desc)


Os tamanhos variam conforme o grau de envolvimento.
Ela é enorme para você quando fala do que leu e viveu...
Quando trata você com carinho e respeito...
Quando olha nos olhos e sorri destravada.

É pequena para você quando só pensa em si mesma...
Quando se comporta de uma maneira pouco gentil...
Quando fracassa justamente no momento...
Em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade.

Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande.
Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.

Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros...
E sim de ações e reações...
De expectativas e frustrações.
Uma pessoa é única ao estender a mão...
E ao recolhê-la inesperadamente...
Se torna mais uma.

O egoísmo unifica os insignificantes.

Não é a altura, nem o peso, nem os músculos...
Que tornam uma pessoa grande.
É a sua sensibilidade sem tamanho..."( autor desc.) 





 A FLOR AMARELA




Esta é uma lenda sobre a flor amarela num jardim. Ela floresce uma vez só por ano então murcha e cai.

Quando um visitante entrou no jardim, ouviu reclamações de todos os lados. A mangueira manifestou então sua intenção de ser uma palmeira.

-— Por que?

—- Perguntou o visitante.

—- Porque a árvore toda é útil - o fruto, as folhas, os galhos e até o tronco, enquanto em mim, mangueira somente o meu fruto é de utilidade. A palmeira invejava a mangueira por ter seus frutos exportados.

Todas as plantas tinham inveja umas das outras. O visitante escutou todas as reclamações, até que avistou a pequena flor amarela.

— Por que você não está reclamando como as outras plantas?

— A flor então respondeu: Eu costumava a olhar para o coqueiro e invejava suas folhas ao vento. Tinha o desejo de produzir frutos suculentos como as mangas. Então pensei; se Deus quisesse que eu fosse como a mangueira e a palmeira, ele teria me criado igual a elas. Mas sabe Deus me fez: uma flor amarela?

Porque ele queria que eu realmente fosse uma flor. Então o que eu posso fazer é ser a melhor flor amarela de todas.

AUTOR DESCONHECIDO


                                                          

As marcas que ficam...



Havia um garoto, que com uma freqüência muito grande, magoava a todos com quem convivia, especialmente os seus familiares.

Um dia seu pai o chamou-lhe e entregou-lhe uma tábua, um martelo e alguns pregos. Disse ao filho para cravar os pregos na tábua com bastante raiva. O filho assim o fez.

Em seguida seu pai pediu-lhe que retirasse todos os pregos e ele obedeceu.

Disse em seguida o pai:

- Filho remova também as marcas.

O filho respondeu:

- As marcam não dar para remover.



O pai então explicou:

- Filho, esta tábua são seus amigos. O martelo é você e as suas palavras e atitudes são os pregos que magoam os teus amigos. Ao pedir desculpas você estará apenas removendo os pregos, porque as marcas ficarão para sempre.
Autor desconhecido
 
O MESTRE E OS DISCÍPULOS



Um dia um certo mestre perguntou aos seus discípulos o seguinte:
- Porque as pessoas gritam quando estão aborrecidas?
Os homens pensaram por alguns momentos: Porque perdemos a calma, disse um deles – por isso gritamos.
Mas, porque gritar quando a outra pessoa está ao teu lado? – perguntou o mestre – Não é possível falar-lhe em voz baixa?

Porque gritas a uma pessoa quando estás aborrecido?
Os homens deram algumas respostas, mas nenhuma delas satisfazia ao mestre.
Finalmente ele explicou: Quando duas pessoas estão aborrecidas, seus
corações se afastam muito.

Para cobrir esta distância precisam gritar para poder escutar-se.
Quanto mais aborrecidas estejam, mais forte terão que gritar para
escutar-se um ao outro através desta grande distância.
Em seguida o mestre perguntou: O que sucede quando duas pessoas se enamoram?
Elas não se gritam, mas sim se falam suavemente, porque?

Seus corações estão muito perto.
A distância entre elas é pequena, o mestre continuou.
Quando se enamoram acontece mais alguma coisa?
Não falam, somente sussurram e ficam mais perto ainda de seu amor.
Finalmente não necessitam sequer sussurrar, somente se olham e isto é tudo.
Assim é quando duas pessoas que se amam estão próximas.
Então o mestre disse:( Autor desc.)


QUANDO DISCUTIREM, NÃO DEIXEM QUE SEUS CORAÇÕES SE
AFASTEM, NÃO DIGAM PALAVRAS QUE OS DISTANCIEM MAIS, CHEGARÁ UM DIA EM QUE A DISTÂNCIA SERÁ TANTA QUE NÃO
MAIS ENCONTRARÃO O CAMINHO DE VOLTA.

Para refletir!!!


A maior de todas as artes é aquela
que nos leva a realizar a felicidade
no espírito, pois essa felicidade dá
força e intensidade a toda nossa vida,
e tem o dom de propagar-se aos que
amamos e iluminar a todos que
caminham ao nosso lado...

"No silêncio Deus nos fala
tremendamente e nos ensina a aquietar
nossos corações, nos traz de volta a
realidade e mostra tudo novo e nos
coloca em lugar seguro."


"Se um dia tiver que escolher entre o mundo
e o amor... lembre-se: se escolher o mundo,
ficará sem o amor, mas se escolher o amor,
com ele conquistará o mundo!"

De tudo na vida ficaram três coisas:
A certeza de que estamos sempre começando...
A certeza de que precisamos continuar...
A certeza de que seremos interrompidos antes de terminar...

Portanto, devemos:
Fazer da interrupção um caminho novo...
Da queda, um passo de dança...
Do medo, uma escada...
Do sonho, uma ponte...

(Fernando Sabino)



 A ÁGUIA ( Autr desc)









A águia é um animal solitário, não vive em bandos.
Em um certo momento de sua vida, consiste em voar para o alto de uma
montanha e se recolher em um ninho, onde ela não necessite voar. Então,
após encontrar esse lugar, a águia começa a bater com o bico em uma
parede até conseguir arrancá-lo, sem contar a dor que terá que
suportar.
Após arrancá-lo, espera nascer um novo bico, com o qual vai depois
arrancar suas velhas unhas. Quando as novas unhas começam a nascer, ela
passa a arrancar as velhas penas. E só após cinco meses sai para o
famoso vôo de renovação.
Em nossa vida, muitas vêzes temos de nos resguardar por algum tempo e
começar um processo de renovação. Para que continuemos a voar um vôo
de vitória, devemos nos desprender de lembranças, costumes, e outras
tradições que nos causam dor.
Somente livres do peso do passado, poderemos aproveitar o resultado
valioso que uma renovação sempre traz.
Renova-te e vôe alto!!!


A LIÇÃO DO SAPO (Autor desc.)




A lição do sapo e o pessimismo
Ouça o Bem

Era uma vez uma corrida de sapinhos. Eles tinham que subir uma grande torre, e atrás havia uma multidão, muita gente para vibrar com eles. Começou a competição. A multidão dizia: - Não vão conseguir, não vão conseguir!

Os sapinhos iam desistindo um por um, menos um que continuava subindo. Aí aclamava a multidão: - Vocês não vão conseguir, vocês não vão conseguir! E os sapinhos iam desistindo um por um, menos um que subia tranqüilo. Ao final da competição, todos desistiram menos aquele. Todo mundo queria saber o que aconteceu, e quando foram perguntar ao sapinho como ele conseguiu chegar até o fim, ficaram sabendo que ELE ERA SURDO.


Moral da estória: Quando a gente quer fazer alguma coisa que precise de coragem não se deve escutar as pessoas que falam que você não vai conseguir.


 SER FELIZ (autor desc)



"Ser feliz não é ter um céu sem tempestades,
caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas,
relacionamentos sem decepções.
Ser feliz é encontrar força no perdão,
esperança nas batalhas, segurança no medo, amor nos desencontros.
Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso,
mas refletir sobre a tristeza.
Não é apenas comemorar o sucesso,
mas aprender lições nos fracassos.
Não é apenas ter júbilo nos aplausos,
mas encontrar alegria no anonimato.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver,
apesar de todos os desafios e
incompreensões.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas
e se tornar autor da própria história.
Ser feliz antes de tudo, é agradecer a Deus
pelo milagre da vida."




AS PALAVRAS SEMPRE FICAM ( Autor desc.)

 As palavras sempre ficam!!!

Se me disseres que me amas, acreditarei. Mas se escreveres que me amas, acreditarei mais ainda.
Se falares da tua saudade, entenderei. Mas se escreveres sobre ela, eu a sentirei junto contigo.
Se a tristeza vier a te consumir e me contares, eu saberei. Mas se descreveres num papel, o seu peso será menor.

E assim são as palavras escritas: Possuem um magnetismo especial, libertam, acalentam, invocam emoções.
Elas possuem a capacidade de em poucos minutos, cruzar mares, saltar montanhas, atravessar desertos intocáveis.

Muitas vezes infelizmente, perde-se o autor, mas a mensagem sobrevive ao tempo, atravessando séculos e gerações.
Elas marcam um momento que será eternamente revivido por todos aqueles que à lerem.

Viva o amor com palavras faladas e escritas. Mate saudades, peça perdão, aproxime-se. Recupere o tempo perdido, insinue-se. Alegre alguém, ofereça um simples “Bom Dia”. Faça um carinho especial.
Use a palavra a todo instante.




 JEITO DE SEMEAR O BEM ( autor desc)



Há um jeito que é só seu, de semear o bem. Se tem sabedoria para falar, fale! Há pessoas precisando de quem lhes rasgue novos horizontes. Se tem o dom de ouvir, ouça! Há pessoas precisando falar para reorganizar os pensamentos e sentimentos. Se tem o dom de enxergar os talentos alheios, enalteça-os! Há pessoas que desabrocham por conta de alguém que lhes reconheça um dom.

Se tem discernimento o bastante para fazer uma observação construtiva, faça-a! Há pessoas persistindo no mesmo erro, por falta de alguém que as alerte com carinho e firmeza. Se você não tem vocação para engajar-se em movimentos filantrópicos de grande alcance, tenha em mente que o maior bem a ser semeado começa dentro do seu lar.

Mesmo que seja uma prece sincera feita no silêncio do seu quarto. Na contabilidade Divina, pouco importa se o seu jeito de semear o bem vai alcançar uma criatura, ou milhões de criaturas. Você está fazendo a sua parte, de um jeito que é só seu. É só isto que realmente importa! 
 Girassol
Nossos olhos são seletivos,"focalizamos" o q queremos e deixamos de ver o importante, o indispensável. Focalize o melhor lado das coisas, assim como um girassol escolhe estar virado p/ o sol!

Já reparou como é fácil ficar depressivo?

-Não estou bem pq está chovendo, pq tenho uma conta p/ pagar;
pq não tenho dinheiro; pq os problemas me perseguem,
pq... pq...pq.....

É claro, existem momentos em q não estamos bem. Mas a nossa atitude
deveria ser a de uma antena q tenta, pegar o lado
claro p/ uma transmissão. Na natureza, nós temos uma antena, o girassol. O girassol se volta p/ onde o sol estiver. Mesmo
q o sol esteja escondido atrás de uma nuvem.

E nós diante dos problemas? Nos escondemos ou nos voltamos p/ o sol
da justiça q tem todas as soluções em suas mãos. Levantemos a cabeça
coloquemos o nosso coração a disposição de Jesus, pois Ele o verdadeiro
Amor, quer colocar toda a nossa vida na direção correta, façamos como o
girassol, procuremos sempre estar voltados p/ Deus ...





É necessário acreditar.


Mesmo quando os fatos o negam, quando o sofrimento é a recompensa, é preciso lutar por aquilo em que se acredita. Pois, para aquele que retorna a meio caminho, de nada valeram os sacrifícios da jornada.

Mesmo quando a vida parece um fardo, quando de todos os lados a tristeza faz sentir a sua presença, é necessário seguir. E da fraqueza extrair forças, para um dia alcançar a felicidade.

E assim procede quem apenas enxerga as dificuldades da vida, desprezando as dádivas que recebe a cada dia. Pois a quem distribui o fel, dificilmente será ofertado o mel.

Por isto, deveis resistir à amargura. Assim encontrareis, em vosso verdadeiro Eu, a força de que necessitais para construir o vosso futuro.

E a vossa felicidade.
(A Sabedoria de Hassan)







Nós e o tempo
(autoria desconhecida)

 

Existem dois dias em qualquer semana com os quais não devemos nos preocupar. Dois dias em que devemos estar livres do medo e da apreensão.

Um deles é ONTEM, com seus erros e cuidados, seus pecados e tropeços, seus obstáculos e dores. Ontem passou para sempre. Está fora do nosso controle. Todo o dinheiro do mundo não trará de volta o dia de ontem. Não podemos desfazer certos atos ou retirar uma palavra que dissemos. Ontem já se foi.

O outro dia com que não devemos nos preocupar é AMANHÃ, com seus adversários impossíveis, suas responsabilidades, suas promessas esperançosas e realização pequena. Amanhã o sol nascerá em esplendor ou por trás da máscara de nuvens, mas nascerá. E até que ele faça isto não ancoraremos no amanhã porque ele é ainda desconhecido.

Isto nos deixa apenas um dia - HOJE. Qualquer pessoa pode lutar numa batalha apenas por um dia. É só quando aumentamos as responsabilidades de ontem e de amanhã que nós caímos. A tristeza não vem da experiência de hoje, mas do remorso e da amargura por algo que aconteceu ontem e pelo receio do que o amanhã possa trazer...






 Ser Semeador é sair...(autor desc.)

Semeando a semente do próprio Deus.
Deixando TUDO para doar-se a si mesmo.
Abençoando todo o chão com a semente Divina.

Sorrindo para plantar a semente da Alegria.
Chorando, a fim de entender as lágrimas dos que sofrem.
Buscando o terreno do irmão.

Ofertando a semente da Amizade.
Plantando a semente da Paz nos corações.
Distribuindo a Semente da sua Pessoa.

Misturando seu terreno como o outro.
Acreditando no milagre da Semente.
Abraçando com otimismo a esperança do terreno do outro.

Aceitando todos os tipos de terrenos.
Carregando em sua bagagem a semente do bem.
Avançando palmo a palmo na conquista do próprio terreno.

Louvando a Deus pelas maravilhas
que a semente de vida operou em seu coração.
Sonhando com uma semente de vida que é Eterna.
Tendo consigo apenas o essencial !!

Seja você também um semeador!!!

Semeie uma semana de luz
e colherás uma vida de paz!!! 

O filho e o Pai (autor desc)
Um filho e seu pai caminhavam pelas montanhas.
De repente seu filho cai, machuca e grita:
- Aaaii !
Para sua surpresa escuta a voz se repetir, em algum lugar da montanha:
- Aaaii !
Curioso, pergunta:
- Quem é você ?
Recebe como resposta:
- Quem é você ?
Contrariado, grita:
- Seu covarde !
Escuta como resposta:
- Seu covarde !
Olha para o pai e pergunta aflito:
- O que é isso ?
O pai sorri e fala:
- Meu filho preste atenção.
Então o pai grita em direção a montanha:
- Eu admiro você !
A voz responde:
- Eu admiro você !
De novo o homem grita:
- Você é um campeão !
A voz responde:
- Você é um campeão !
O menino fica espantado, não entende.
Então o pai explica:
- As pessoas chamam isso de ECO, mas na verdade isso é a vida. Ela lhe dá de volta tudo o que você diz ou faz. Nossa vida é simplesmente o reflexo de nossas ações. O mundo é somente a prova da nossa capacidade. Tanto no plano pessoal quanto no profissional, a vida vai lhe dar de volta o que você deu a ela. 


SONHOS E LUTAS (autor desc)



Muitos são os que sonham,
mas poucos os que lutam por eles.
Muitos os que desejam mudanças,
mas poucos estão empenhados em mudar.
Muitos os que querem os frutos,
poucos disposto à plantar.
Muitos vão á escola,
poucos aprendem realmente.
Muitos os que dizem te conhecer,
poucos realmente te entendem.
Muitos sabem recriminar,
poucos sabem incentivar.
Muitos reclamam, poucos agem.
Muitos se oferecem para o trabalho,
poucos aparecem.
Muitos desejam,poucos trabalham.
Muitos são exigentes,poucos oferecem.
Muitos passam fome,
poucos se fartam.
Muitos pedem, poucos dão.
Muitos reclamam, poucos lutam.
Muitos neste dia, perderão a oportunidade bendita de "renascer", de transformar desapontamentos em experiências, crise em oportunidade, ódio em perdão, desamor em fraternidade, revolta em humildade, tristeza em esperança, morte em vida eterna.
Muitos vão ainda lamentar o passado, continuarão sonhando com o que não existiu e nem vai existir, poucos vão arregaçar as mangas e muitos irão desistir.


 CONSTRUA COM SABEDORIA



Pr Valtair Freitas


Um velho carpinteiro estava pronto para se aposentar.
Ele informou ao chefe seu desejo de sair da indústria de construção e passar mais tempo com sua família.
Ele ainda disse que sentiria falta do salário, mas realmente queria se aposentar.

A empresa não seria muito afetada pela saída do carpinteiro, mas o chefe estava triste em ver um bom funcionário partindo e ele pediu ao carpinteiro para trabalhar em mais um projeto como um favor.

O carpinteiro concordou, mas era fácil ver que ele não estava entusiasmado com a idéia.
Ele prosseguiu fazendo um trabalho de segunda qualidade e usando materiais inadequados.

Foi uma maneira negativa dele terminar sua carreira.
Quando o carpinteiro acabou, o chefe veio fazer a inspeção da casa.
E depois ele deu a chave da casa para o carpinteiro e disse:
"Essa é sua casa. Ela é o meu presente para você".

O carpinteiro ficou muito surpreso. Que pena!
Se ele soubesse que ele estava construindo sua própria casa, ele teria feito tudo diferente.

O mesmo acontece conosco. Nós construímos nossa vida, um dia de cada vez e muitas vezes fazendo
menos que o melhor possível na construção.
Depois com surpresa nós descobrimos que nós precisamos viver na casa que nós construímos.

Se nós pudéssemos fazer tudo de novo, faríamos tudo diferente.
Mas não podemos voltar atrás.

Você é o carpinteiro.
Todo dia você martela pregos, ajusta tábuas e constrói paredes.
Alguém disse que "A vida é um projeto que você mesmo constrói".
Suas atitudes e escolhas de hoje estão construindo a "casa" que você vai morar amanhã.

Construa com Sabedoria!

* * * * * *

 Nós e o espelho
(autoria desconhecida)



Alguém, muito desanimado, entrou numa igreja e em determinado momento disse para Deus:
- "Senhor, aqui estou porque em igrejas não há espelhos, pois nunca me senti satisfeito com minha aparência." Subitamente uma folha de papel caiu aos seus pés, vinda do alto do templo.

Atônito, ele a apanhou e nela viu a seguinte mensagem:
Minha criatura, nenhuma das minhas obras veio ou ficou sem beleza, pois a feiúra é invenção dos homens e não minha.
Não importa se um corpo é gordo ou magro: Ele é o templo do espírito e este é eterno.
Não importa se braços são longos ou curtos: sua função é o desempenho do trabalho honesto.
Não importa se as mãos são delicadas ou grosseiras: sua função é dar e receber o Bem.
Não importa a aparência dos pés: sua função é tomar o rumo do Amor e da Humildade.
Não importa o tipo de cabelo, e se ele existe ou não numa cabeça: o que importa são os pensamentos que por ela passam.
Não importa a forma ou a cor dos olhos: o que importa é que eles vejam o valor da Vida.
Não importa um formato de nariz: o que importa é inspirar e expirar a Fé.
Não importa se a boca é graciosa ou sem atrativos: o que importa são as palavras que saem dela.

Ainda atônito, esse alguém dirigiu-se para a porta de saída, que tinha algumas partes de vidro. Nesse exato momento sentiu que toda sua vida se modificaria. Havia esse lembrete na porta aderido:
"Veja com bons olhos seu reflexo neste vidro e lembre-se de tudo que deixei escrito. Observe que não há uma única linha sobre Mim que afirme que sou bonito." 






"O fusquinha vermelho"( Autor desc)






Um amigo meu conta a historia de uma mulher que comprou um fusquinha vermelho.

Certo dia, levou os filhos ao zoológico.

Estacionou o carro perto do show dos elefantes.


Ao retornar, à tarde, teve a horrível surpresa de ver a capota e os lados do carro amassados.

Seu espanto aumentou ao ouvir dizer que, durante o dia, um elefante havia escapado.

Como parte do seu ato, ele devia colocar as patas sobre um tambor vermelho.

Diligentemente, após anos de treino, o elefante havia posto as patas em cima do fusquinha!

A mulher estava desesperada. As autoridades do zoológico lhe asseguraram que assumiriam a despesa do conserto do veículo.

À caminho de casa, um guarda a deteve acusando-a de haver deixado o local de um acidente.

Ele viu o dano mas nao tinha conhecimento das circunstâncias.

"Mas, seu guarda, não sofri nenhum acidente!"

exclamou a mulher.

"Um elefante pôs as patas em cima do meu carro.

" A reação do policial foi aplicar-lhe um teste para ver se ela estava bêbada e a seguir levá-la para a delegacia mais próxima.

"O senhor não compreende!

Por favor, telefone para o zoológico!" foi o pedido da mulher ao sargento de serviço.

Afinal, ele telefonou e as autoridades confirmaram que a mulher dizia a verdade.

Envergonhado, o sargento pediu desculpas e a deixou ir.


A história dessa mulher é um exemplo extremo da falta de comunicação, mas algumas das contradições de nossas próprias palavras e vida não são menos difíceis de acreditar. 



 UM JOVEM MARINHEIRO( autor desc.)




CERTA VEZ UM JOVEM MARINHEIRO TEVE QUE SUBIR AO MASTRO DURANTE UMA TEMPESTADE.
AS ONDAS LEVANTAVAM O BARCO PARA ALTURAS ESTONTEANTES E LOGO EM SEGUIDA
JOGAVAM-NO PARA PROFUNDEZAS ABISMAIS

O JOVEM MARUJO COMEÇOU A SENTIR VERTIGEM E ESTAVA QUASE CAINDO O CAPITÃO GRITOU:
"MOÇO, OLHE PARA CIMA".

DE MANEIRA DECIDIDA, O MARINHEIRO DESVIOU O OLHAR SEU OLHAR DAS ONDAS AMEAÇADORAS
E OLHOU PARA CIMA. ELE CONSEGUIU SUBIR COM SEGURANÇA E EXECUTAR A SUA TAREFA

QUANDO OS DIAS DE TRIBULAÇÃO REVOLVEM A NOSSA VIDA, QUANDO AS TEMPESTADES DA VIDA
NOS CONFUNDEM, PERDEMOS O EQUILIBRIO E SOMOS AMEAÇADOS DE DESPENCAR.

ENTRETANTO SE DESVIAR-MOS NOSSO OLHAR DOS PERIGOS E OLHARMOS PARA O AJUDADOR,
SE BUSCARMOS A FACE DO SENHOR EM ORAÇÃO E AGARRAMOS A SUA PODEROSA MÃO, NOSSO
CORAÇÂO SE AQUIETARÁ, RECEBEREMOS FORÇA E PAZ PARA PODERMOS EXECUTAR AS NOSSAS
TAREFAS EM MEIO AS TEMPESTADES E FINALMENTE SEREMOS VITORIOSOS. 




"Viva como as flores"




Mestre, como faço para não me aborrecer?
Algumas pessoas falam demais,
outras são ignorantes.
Algumas são indiferentes.
Sinto ódio das que são mentirosas
e ainda sofro com as que caluniam.

Pois viva como as flores, advertiu o mestre.

Como é viver como as flores?
- Perguntou o discípulo.

Repare nestas flores, continuou o mestre,
apontando lírios que cresciam no jardim.
Elas nascem no esterco, entretanto,
são puras e perfumadas.
Extraem do adubo malcheiroso
tudo que lhes é útil e saudável,
mas não permitem que o azedume da terra
manche o frescor de suas pétalas.
É justo angustiar-se com as próprias culpas,
mas não é sábio permitir
que os vícios dos outros o importunem.
Os defeitos deles são deles e não seus.
Se não são seus não há razão para aborrecimento.

Exercite, pois, a virtude de rejeitar
todo o mal que vem de fora.
Isso é viver como as flores.
Autor desconhecido
Sem tempo para o filho !(autor desc)


UM MENINO DE VOZ TÍMIDA


Um menino,com voz tímida e os olhos de admiração,perguntou ao pai,quando este retorna do trabalho:
Papai!quanto o senhor ganha por hora?
O pai num gesto severo respondeu:
-Escuta aqui meu filho,isto nem sua mãe sabe!não me amole,estou cansado!
Mas o filho insiste:
-Mas pai por favor,quanto o senhor ganha por hora!
A reação do pai foi menos severa e respondeu:
-Três reais por hora,
-Então,papai poderia me emprestar um real?
O pai cheio de ira e tratando o filho com brutalidade,respondeu:
-Então era essa razão de querer saber quanto eu ganho?
Vá dormir e não me amole mais, menino aproveitador!
Já era noite quanto o pai começou a pensar no que havia acontecido e sentiu-se culpado.
Talvez, quem sabe, o filho precisasse comprar algo...
Querendo descarregar sua consciência doida, foi até o quarto do menino, e, em voz baixa, perguntou:
-Filho, está dormindo?
-Não papai: (respondeu sonolento)
-olha. aqui está o dinheiro que me pediu um real.
-muito obrigado, papai(disse o filho, levantando-se e retirando mais dois reais)
de uma caixinha que estava sob a cama)
-Agora já completei papai?
Tenho três reais.Poderia me vender uma hora do seu tempo?
AUtor desconhecido.
CRESCER...
É ser cada dia um pouco mais de nós mesmos.
É dar espontaneamente sem cobrar inconscientemente.
É aprender a ser feliz de dentro para fora.
É buscar no próximo um meio de nos prolongarmos.
É sentir a vida na natureza.
É conseguir a calma na hora do caos.
É saber a hora exata de parar e buscar um algo novo.
É reconhecer nossos erros e valorizar nossas virtudes.
É sabermos que nada nem ninguém é totalmente bom ou mau.
É exigir dos outros, apenas o que nós damos a eles.
É realizar algo edificante.
É sermos responsáveis por nossos atos e por suas conseqüências.
É nos amarmos para que possamos amar os outros como a nós mesmos.
Acredite ( Autor desconhecido)



Acredite nas pessoas... Naquelas que possuem algo mais... Aquelas que, às vezes, a gente confunde com anjos e outras divindades... Digo daquelas pessoas que existem em nossas vidas e enchem nosso espaço com pequenas alegrias e grandes atitudes... Falo daquelas que te olham nos olhos quando precisam ser verdadeiras, tecendo elogios, que pedem desculpas com a simplicidade de uma criança...
Pessoas firmes... Verdadeiras, transparentes, amigas, ingênuas... Que com um sorriso, um beijos, um abraço, uma palavra de faz feliz... Aquelas que erram... Acertam... Não tem vergonha de dizer não sei... aquelas que sonham... Aquelas amigas... Aquelas que passam pela vida deixando sua marca, saudades, aquelas que fazem à diferença... Aquelas que vivem intensamente um grande amor...

Autor desconhecido




 Morangos




Um homem estava caindo em um barranco e se agarrou às raízes de uma árvore. Em cima do barranco havia um urso imenso querendo devorá-lo. O urso rosnava, mostrava os dentes, babava de ansiedade pelo prato que tinha à sua frente. Embaixo, prontas para engoli-lo, quando caísse, estavam nada mais nada menos do que seis onças tremendamente famintas.
Ele erguia a cabeça, olhava para cima e via o urso rosnando. Quando o urso dava uma folga, ouvia o urro das onças, próximas do seu pé. As onças embaixo querendo comê-lo e o urso em cima querendo devorá-lo.
Em determinado momento, ele olhou para o lado esquerdo e viu um morango vermelho, lindo, com aquelas pontinhas douradas refletindo o sol.
Num esforço supremo, apoiou seu corpo, sustentado apenas pela mão direita, e com a esquerda, pegou o morango. Quando pôde olhá-lo melhor, ficou inebriado com sua beleza. Então, levou o morango à boca e se deliciou com o sabor doce e suculento. Foi um prazer supremo comer aquele morango tão gostoso.
Deu para entender?
Talvez você pergunte: "Mas, e o urso?" Ignore o urso e coma o morango!
E as onças?
Esqueça as onças, coma o morango!
Precisamos viver cada dia por vez!Deus sempre estará nos dando escapes tremendos, basta descansar nELE, porque ELE é o Deus de LIVRAMENTOS!
“Tu és o meu esconderijo; preservas-me da angústia; de alegres cânticos me cercas”. Sl 32.7
Amigos, saboreie seu morango hoje!



 A PARÁBOLA DA ROSA



Um certo homem plantou uma rosa e passou a regá-la constantemente e, antes que ela desabrochasse, ele a examinou.
Ele viu o botão que em breve desabrocharia, mas notou espinhos sobre o talo e pensou, "Como pode uma bela flor vir de uma planta rodeada de espinhos tão afiados?"

Entristecido por este pensamento, ele se recusou a regar a rosa, e, antes
que estivesse pronta para desabrochar, ela morreu.

Assim é com muitas pessoas.
Dentro de cada alma há uma rosa: as qualidades dadas por Deus e plantadas em
nós crescendo em meio aos espinhos de nossas faltas.
Muitos de nós olhamos para nós mesmos e vemos apenas os espinhos, os
defeitos.

Nós nos desesperamos, achando que nada de bom pode vir de nosso interior.
Nós nos recusamos a regar o bem dentro de nós, e conseqüentemente, isso
morre.

Nós nunca percebemos o nosso potencial.
Algumas pessoas não vêem a rosa dentro delas mesmas, alguém mais deve
mostrá-la a elas.

Um dos maiores dons que uma pessoa pode possuir ou compartilhar é ser capaz
de passar pelos espinhos e encontrar a rosa dentro de outras pessoas.
Esta é a característica do amor -- olhar uma pessoa e conhecer suas
verdadeiras faltas.

Aceitar aquela pessoa em sua vida, enquanto reconhece a beleza em sua alma e
ajuda-a a perceber que ela pode superar suas aparentes imperfeições.

Se nós mostrarmos a essas pessoas a rosa, Elas superarão seus próprios
espinhos.
Só assim elas poderão desabrochar muitas e muitas vezes.


Autor Desconhecido


Imagens que ilustram esta página: Cópias do Google

9 comentários:

  1. Obrigada amiga por compartilhar, volte sempre!!!

    ResponderExcluir
  2. Prezada Profª. Maria de Lourdes.
    Parabéns pelo blog e seleção de textos, são todos de muito bom gosto e necessários para o crescimento espiritual daqueles que, como eu, admiram a boa leitura.
    Agradeço ter me adicionado como amigo no face book e informo que inclui esta semana em meu blog um texto de sua sugestão com o devido crédito.
    Passei a seguir seu blog.
    Um cordial abraço, Breboti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por participar desse blog que esta nascendo agora, mas que aqui será um cantinho especial para quem aprecia uma leitura de qualidade.
      Obrigada pelas lindas palavras, volte sempre!!!
      Deixe sugestões, estou aprendendo aos poucos.

      Excluir
  3. Adorei o blog lindaS MENSAGENS!!! CONTINUAREI VISITANDO pAREBÉNS!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, volte sempre obrigada!!!

      Excluir
  4. Lindos textos, mensagens fortes que nos levan de fato a grandes reflexões.
    Profª Ana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana que bom que gostou , volte sempre será uma alegria ler teus mcomentários. Abraços

      Excluir
  5. Boa tarde, Lourdes!
    O conto do pássaro eu conhecia e me entristeci qdo da primeira vez que li, vi que a menina, como a maioria dos humanos, quer aprisionar a beleza. Cada um tira uma lição do que lê, mas para mim, o ser humano ainda não aprendeu a coexistir com a fauna e flora à sua volta.
    Também gostei do texto sobre o bambu, veio bem a calhar com minhas indagações mentais de hoje...

    Obrigada pela visita na caverna e pelo carinho com o móbile.

    Feliz semana,
    Abração esmagador.

    ResponderExcluir

Muitas vezes, a correria de nossas vidas nos impede de dar atenção ao que realmente vale a pena. Agradecer é uma das coisas que acabam ficando esquecidas nesta correria do dia-a-dia.
Pode ser por um simples gesto ou por uma grande atitude, mas o agradecimento nunca deve ser esquecido. Obrigada pela atenção e carinho e por ter vindo até aqui comentar minha postagem. Saiba que é importantíssimo para a valorização do que escrevemos.
Siga meus blogs, será um prazer lhe ter como seguidor (a)

Abraços, Profª Lourdes Duarte

http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/
https://lourdesduarteprof.blogspot.com.br/