MEUS SEGUIDORES

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

MENSAGEM DO DIA 28-11-2012 " APENDENDO NAS QUEDAS".



APRENDENDO NAS QUEDAS
(Letícia Thompson)

Por que será que nos lamentamos tanto quando nos decepcionamos, perdemos e erramos?

O mundo não acaba quando nos enganamos;
ele muda, talvez, de direção. Mas precisamos tirar partido dos nossos erros.

Por que tudo teria que ser correto, coerente, sem falhas? As quedas fazem parte da 
vida e do nosso aprendizado dela. Que dói, dói. Ah! Isso não posso negar! Dói no orgulho, principalmente.
E quanto mais gente envolvida, mais nosso orgulho dói. Portanto, o humilhante não é cair, mas permanecer no chão enquanto a vida continua seu curso.


O problema é que julgamos o mundo segundo nossa própria maneira de olhar e nos esquecemos que existem milhões e milhões de olhares diferentes do nosso.

Mas não está obrigatoriamente errado quem pensa diferente da gente só porque pensa diferente. E nem obrigatoriamente certo. Todo mundo é 
livre de ver e tirar suas próprias conclusões sobre a vida e sobre o mundo. Às vezes acertamos, outras erramos.
E somos normais assim.


Então, numa discussão, numa briga, pare um segundo e pense: "E se eu estiver errado?"

É uma possibilidade na qual raramente queremos pensar. Nosso "eu" nos cega muitas vezes. Nosso ciúme, nosso orgulho e até, por que não, nosso 
amor. Não vemos o lado do outro e nem queremos ver. E somos assim, muitas vezes injustos tanto com o outro quanto com a gente mesmo, já que nos recusamos a oportunidade de aprender alguma coisa com alguém.

E é por que tanta gente se mantém nessa posição que existem desavenças, guerras, separações. Ninguém cede e as pessoas acabam ficando sozinhas.

E de que adianta ter sempre razão, saber de tudo, se no fim o que nos resta é a solidão? Vida é partilha. E não há partilha sem humildade, sem generosidade, sem amor no coração.

Na escola, só aprendemos porque somos conscientes de que estamos lá porque não sabemos ainda; na vida é exatamente a mesma coisa. Se nos fecharmos, se fecharmos nossa alma e nosso coração nada vão entrar. E será que conseguiremos nos bastar a nós mesmos?

Eu duvido.

Não andamos em cordas bambas o tempo todo, mas às vezes é o único meio de atravessar. Somos bem mais resistentes do que julgamos; a própria vida nos ensina a sobreviver,

viver sobre tudo e sobretudo.

Nunca duvide do seu poder de sobrevivência! Se você duvida, cai. Aprenda com o 
apóstolo Pedro que, enquanto acreditou, andou sobre o mar, mas começou a afundar quando sentiu medo.

Então, afundar ou andar sobre as águas? Depende de nós, depende de cada um em particular. Podemos nos unir em força na oração para ajudar alguém, mas só esse alguém pode decidir a ter fé, força e coragem para continuar essa maravilhosa jornada da vida
.

Imagens: Cópias retiradas do Google

14 comentários:

  1. Verdade amiga, temos a mania de achar que sempre temos razão, concordar com o outro e admitir erros é muito difícil p muitos de nós! Adorei a reflexão! Um ótimo dia p ti! Bjooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kellen acredito que já é da natureza humana, ainda bem que refletimos e mudamos de opinião quando reconhecemos nossas falhas. Obrigada pela visita, volte sempre.

      Excluir
  2. Acho que é porque ainda não estamos preparados a reconhecer nossas fraquezas e aprender com os nossos erros... Um dia tudo será diferente, pois haveremos de conseguir evoluir a alma aos poucos e de forma definitiva...
    Abraços, minha querida!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Malu pela importante reflexão. Volte sempre esse cantinho é nosso. Bjuss

      Excluir
  3. Profa querida!!!

    Parabéns pelo post.

    As vezes teimamos tanto que chega um momento em que precisamos dizer ao outro: Quando você cansar de ter razão me procure, tá? E assim a vida segue, cada um com sua verdade...

    Parabéns pelo seguidores e feliz dias pra todo kit familiar.

    Beijossssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você minha querida Ivaneide. Obrigada pela bela reflexão. Bjuss volte sempre.

      Excluir
  4. Tenho saudades dos tempos de criança, quando nós brigávamos, chorávamos, fazíamos as pazes e aprendíamos. Hoje, as pessoas só brigam, raramente fazendo as pazes. E menos ainda, aprendendo... linda a sua postagem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também Ana!! as minhas lembranças mais remotasmais ou menos 4 anos, lebranças vagas mas tenho, quando entro no tunel do tempo. Coisas que marcaram. Obrigada pela visita, volte sempre.Bjus

      Excluir
  5. Olá amiga Lourdes : muito boa a mensagem de hoje. Nem sempre é fácil reconhecermos que estamos errados,mas devemos aprender a "dar o braço a torcer" quando tal acontece.
    Bj
    Márcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Márcia pela visita, amo sua presença aqui e seus comentários. Bjuss, volte sempre.

      Excluir
  6. Uma mensagem valiosíssima, é nas quedas que mais aprendemos, que mais nos polimos, sempre há um lado positivo, beijos Luconi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você Lucone, ela traz aprendizagens. Obrigada pela visita, volte sempre.

      Excluir
  7. Que mensagem linda
    Uma linda quinta feira
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luci! Obrigada pela visita, uma linda tarde. Bjuss

      Excluir

Muitas vezes, a correria de nossas vidas nos impede de dar atenção ao que realmente vale a pena. E agradecer é uma das coisas que acabam ficando esquecidas na correria do dia-a-dia.
Pode ser por um simples favor ou por uma grande atitude, mas o agradecimento nunca deve ser esquecido. Obrigado Por Sua Atenção e Pelo Carinho e por ter vindo até aqui e deixando seu comentário importantíssimo para o engrandecimento das postagens. SEJA SEMPRE BEM VINDO(A) Profª Lourdes Duarte