MEUS SEGUIDORES

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

PARA REFLETIR: " O CÁLICE DE PÉROLAS".



O CÁLICE DAS PÉROLAS

Era uma vez... As histórias maravilhosas começam assim. Não importa o tamanho delas. Se começam por era uma vez, são sempre maravilhosas.

Pois era uma vez um homem. Um homem pobre que de precioso só tinha um cálice.

Nele, ele bebia a água do riacho que passava próximo à sua casa. Nele, bebia leite, quando o conseguia, em troca de algum trabalho.

Era pobre, mas feliz. Feliz com sua esposa, que o amava. Feliz em sua pequena casa, que o sol abraçava nos dias quentes, tornando-a semelhante a um forno.

Feliz com a árvore nos fundos do terreno, onde escapava da canícula.

Saía pelas manhãs em busca de algum trabalho que lhe garantisse o alimento a ele e à esposa, a cada dia.

Assim transcorria a vida, em calma e felicidade. Nas tardes mornas, quando retornava ao lar, era sempre recebido com muita alegria.

Era um homem feliz. Trazia o coração em paz, sem maiores vôos de ambição.

Então, um dia... Sempre há um dia em que as coisas acontecem e mudam o rumo da História.

Pois, nesse dia, nem ele mesmo sabendo o porquê, uma lágrima caiu de seus olhos, dentro do cálice.

De imediato, o homem ouviu um pequeno ruído, como de algo sólido, que bateu no fundo do recipiente.

Olhou e recolheu entre os dedos uma pérola. Sua lágrima se transformara em uma pérola.

Então, o homem pensou que poderia ficar muito rico se chorasse bastante.

Como não tinha motivos para chorar, ele começou a criá-los. Precisava se tornar uma pessoa triste, chorosa, para enriquecer.

Com o dinheiro da venda das pérolas pensava comprar lindas roupas para sua esposa, uma casa mais confortável, propriedades, um carro.

E assim foi. Ele começou a buscar motivos para ficar triste e para chorar muito.

Conseguiu muitas riquezas. Ele poderia tornar a ser feliz. No entanto, desejava mais.

As pequenas coisas que antes lhe ofertavam alegrias, agora, de nada valiam.

Que lhe importava o raio de sol para se aquecer no inverno? Com dinheiro, ele mandou colocar calefação interna em toda sua residência.

Por que aguardar os ventos generosos para arrefecer o calor nos dias de verão? Com dinheiro, ele pediu para ser instalado ar condicionado em toda a sua casa.

E no carro, e no escritório que adquiriu para gerir os negócios que o dinheiro gerara.

E a tristeza sempre precisava ser maior. Do tamanho da ambição que o dominava.

Nunca era o bastante. Os afagos da esposa, no final do dia e nos amanheceres de luz deixaram de ser imprescindíveis.

Ele não podia perder tempo. Precisava chorar. Precisava descobrir fórmulas de ficar mais triste e derramar mais lágrimas.

Finalmente, quando o homem se deu conta, estava sem esposa, sem amigos. Só... Com seu dinheiro, toda sua imensa fortuna.

Chorando agora, estava tão desolado, que nem mais se importava em despejar o dique das lágrimas no cálice.

A depressão tomara conta dele e nada mais tinha significado.

A história parece um conto de fadas. Mas nos leva a nos perguntarmos quantas vezes desprezamos os tesouros que temos, indo à cata de riquezas efêmeras.


Pensemos nisso e não desperdicemos os valores verdadeiros de que dispomos. Nem pensemos em trocá-los por posses exageradas.


A tudo confiramos o devido valor, jamais perdendo nossa alegria.


Haveres conquistados à troca de infelicidade somente geram infelicidade.


Autor desconhecido
 

11 comentários:

  1. Que texto lindo muito bom para gente pensar um pouquinho beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Luci que gostou! volte sempre!! Bjuss

      Excluir
  2. Lourdes,
    que texto incrível!
    Recordei de uma frase que diz: algumas pessoas são tão pobres que a única coisa que elas tem é o dinheiro.

    Devemos dar valor naquilo que merece o valor!

    Abraços,
    Carol
    Um blog simples
    Lojinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carolina!1 que bom que este texto te fez recordar outra mensagem. É muito bom quando percebemos que a leitura foi feita e sempre tem reflexões. Abraços obrigada! volte sempre, esse cantinho é nosso.

      Excluir
  3. Respostas
    1. Oi querida Juliana!! obrigada pela visita, seu blog também é maravilhoso!!! Abraços!!

      Excluir
  4. Maravilhoso texto e bem real também. Cada vez que venho aqui, eu posso refletir um pouquinho com os textos que encontro. Bom resto de semana. Bjs.

    Jussara
    http://caminhandonaarte.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jussara, obrigada pela visita e comentário. Volte sempre, fico feliz que gostou do texto. Abraços uma linda noite.

      Excluir
  5. Olá profª Lourdes, como vai?
    Excelente para meditação...concordo com a Carolina Lima, que fez esse comentário: "algumas pessoas são tão pobres que a única coisa que elas tem é o dinheiro."

    Boa noite a todas(os)!

    ResponderExcluir
  6. Olá Lourdes, confirmei no meu blog que estou te seguindo, n/ entendo o pq de n/colocarem a foto em alguns blogs, tanto nos que eu sigo como nos que me seguem.
    Veja no final dos teus seguidores se encontra o piteis da dinha...
    Aguardo uma resposta.

    Bjsssssssssssssss e obrigada pelo carinho.

    ResponderExcluir
  7. Olá Lourdes, vim retribuir sua carinhosa visita ao meu blog e conhecer o seu. Quando vi que era assim recheadinho de cultura, textos, mensagens reflexões me encantei. Adoro ler, é muito bom chegar depois de um dia cansativo ler uma mensagem como essa por exemplo, nos faz refletir. Dinheiro é necessário, sem dúvida nenhuma, mas nem sempre é tudo. Adorei seu blog e voltarei mais vezes, seja sempre bem vinda ao meu, e obrigada pela visita. Beijos
    Josy

    ResponderExcluir

Muitas vezes, a correria de nossas vidas nos impede de dar atenção ao que realmente vale a pena. Agradecer é uma das coisas que acabam ficando esquecidas nesta correria do dia-a-dia.
Pode ser por um simples gesto ou por uma grande atitude, mas o agradecimento nunca deve ser esquecido. Obrigada pela atenção e carinho e por ter vindo até aqui comentar minha postagem. Saiba que é importantíssimo para a valorização do que escrevemos.
Siga meus blogs, será um prazer lhe ter como seguidor (a)

Abraços, Profª Lourdes Duarte

http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/
https://lourdesduarteprof.blogspot.com.br/