MEUS SEGUIDORES

domingo, 19 de agosto de 2012

O PERDÃO DA NATUREZA.


Autor desconhecido



As flores desabrocham, exalam seu perfume, sem nada pedirem em troca.
O sol a tudo ilumina, sem nada pedir em troca.
A chuva irriga as plantações, limpa a atmosfera, sem nada pedir em troca.
A natureza nos provê com tudo aquilo que necessitamos, sem nada pedir em troca.
E nós caminhamos...
Sôfregos, intolerantes... Predadores que não respeitam a nada ou a ninguém.
E assim, caminhamos...
Temos o alimento que a natureza nos oferece; temos a água que a natureza nos oferece; temos o calor do sol que a natureza nos oferece.
Mas caminhamos pela vida, fazendo o quê? Destruindo a tudo que nos rodeia, para saciar nosso orgulho e nossa vaidade.
Mas a mãe natureza, benevolente, perdoa nossos atos, nosso vandalismo, nossa falta de bondade, nosso pouco caso pelo mundo que nos rodeia.
Ela nos perdoa... E continua nos provendo com tudo aquilo que esse pobre e frágil corpo necessita.
Deus, por sua vez, nos olha como crianças travessas e também nos perdoa.
Então, se somos criaturas tão falhas, tão prepotentes, tão fracas espiritualmente, por que não podemos perdoar também?
E se pensarmos bem, perdoar "o quê" ou a "quem"?
Quem somos nós, tão imperfeitos, para nos acharmos no direito de nos sentirmos magoados ou ofendidos?
Quantas vezes já magoamos ou ofendemos alguém?
Ah! Como poderíamos tornar a nossa vida "simples"!
Uma vida onde seríamos só doação, só coração.
Como uma flor, embelezaríamos o mundo com o nosso amor.
Como o sol, iluminaríamos o mundo com o nosso sorriso.
Como a chuva, irrigaríamos os corações com fraternidade, amizade e sinceridade.
E, como filhos de Deus que somos, aprenderíamos com Ele a esquecer, a sequer perceber, as pretensas faltas cometidas pelos nossos irmãos.
Que Deus, em sua infinita bondade e justiça, abençoe a cada um de vocês com a força, a coragem e o amor.

 
E que cada um possa aprender a caminhar pela vida, com o coração a cantar pela alegria de viver, agradecendo a Deus pelo ar que respira, pela água que mata e sede e pelos alimentos que matam  a fome, pela chuva que molha o cão... em fim agradecer a Deus por tudo e tudo é tudo mesmo!



FOTOS:MANGAL DAS GARÇAS Belém PA
 Parque Rodrigues Alves-,Jardim Zoobotânico da Amasônia Belém PA
Hotel O  Portal -Gravatá - PE

4 comentários:

  1. Oi D. Lurdes!
    Imagens lindas!!! Uma dessas flores que vi eu tinha aqui em casa, mas não se adaptou ao clima daqui...Que pena, acabei perdendo!
    Aproveitando para te desejar uma ótima semana!
    Bjs♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anjos, realmente tem plantas que não se adaptam a todo clima. Obrigada pela visita. Bjuss

      Excluir

Muitas vezes, a correria de nossas vidas nos impede de dar atenção ao que realmente vale a pena. E agradecer é uma das coisas que acabam ficando esquecidas na correria do dia-a-dia.
Pode ser por um simples favor ou por uma grande atitude, mas o agradecimento nunca deve ser esquecido. Obrigado Por Sua Atenção e Pelo Carinho e por ter vindo até aqui e deixando seu comentário importantíssimo para o engrandecimento das postagens. SEJA SEMPRE BEM VINDO(A) Profª Lourdes Duarte