MEUS SEGUIDORES

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

LÁGRIMAS E GOTAS DE ORVALHO



LÁGRIMAS E GOTAS DE ORVALHO
( Autora: Profª Lourdes Duarte)


Lágrimas de saudade rolam em meu rosto
Como gotas de orvalho que salpicam o chão
São lágrimas que extravasam mágoas
Em ver que  toda minha vida  passou em vão.

Quem dera  não fossem lágrimas de tristeza
Mas carinho  como  gotinhas douradas de estrelas
Que se misturassem com a sensação de bem estar
Salpicando meu coração de pura beleza.

Vejo toda minha vida passar sobre meus olhos
Com o pensamento envolto em meus medos
Observo as gotas de orvalho depois de uma noite fria
Equilibrando-se entra as folhagens de uma roseira.

Como se me mostrassem como sobreviver
Depois da  temporada fria
As gotas de orvalho misturam-se as minhas lágrimas
Dando-me exemplo como jamais alguém me deu.

Observando aquelas gotinhas
Com vida que dura até o sol nascer
Descubro que para ser feliz
Devo usar a dor para  lapidar o prazer
E compreender que para ser feliz
Não é preciso ter a vida perfeita.



Imagens retiradas do Google
 




2 comentários:

  1. Bom dia, Lourdes. É como alguém já disse: não existe pérola sem dor. Tenha um bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  2. Amei sua poesia,você é uma pessoa de muito talento.Tens o dom Divino! Verdade as rosas nos encantam e um poeta ver o que uma outra pessoa não enxergaria com tanta sensibilidade. Um abençoado final de semana! Sua irmã Genilda

    ResponderExcluir

Muitas vezes, a correria de nossas vidas nos impede de dar atenção ao que realmente vale a pena. E agradecer é uma das coisas que acabam ficando esquecidas na correria do dia-a-dia.
Pode ser por um simples favor ou por uma grande atitude, mas o agradecimento nunca deve ser esquecido. Obrigado Por Sua Atenção e Pelo Carinho e por ter vindo até aqui e deixando seu comentário importantíssimo para o engrandecimento das postagens. SEJA SEMPRE BEM VINDO(A) Profª Lourdes Duarte