MEUS SEGUIDORES

quarta-feira, 27 de junho de 2012

PARA REFLETIR: A LIÇÃO DA BORBOLETA.



A Lição da Borboleta:

Andando por um jardim, o homem percebeu um pequeno casulo que se contorcia, preso a um galho de árvore. Aproximou-se. Por uma pequena abertura viu a borboleta que tentava romper aquela casca e libertar-se.O homem sentou-se e ficou observanndo aquele silencioso drama da natureza que se desenrolava sob seus olhos.
O tempo passava. A borboleta lutava e nada. A abertura era muito estreita, o casulo era resistente e ela, apesar do esforço, não conseguia sair.
Então, a borboleta parou de lutar. Aparentemente tinham-se esgotado suas forças. O homem chegou bem perto do casulo,tocou-o com a ponta do dedo e, imediatamente, a borboleta voltou a se contorcer. Longos minutos de mais esforços e luta e, nada... A borboleta mais uma vez se cansou e ficou imóvel. Parecia ter chegado ao seu limite. O homem decidiu então intervir e ajudar. Com uma pequena tesoura, cuidadosamente foi cortando a parede do casulo até que a borboleta se viu livre. Ele sorriu, satisfeito e ficou esperando que ela, finalmente, voasse.
Mas algo estranho ocorreu. O corpo da borboleta estava ainda pequenino e frágil. Suas asas, amassadas, não conseguiam estender-se e permaneciam murchas e atrofiadas. Ela mal conseguia se arrastar pelo chão. Aquela borboleta nunca seria capaz de voar...
O homem então se deu conta de que, na sua vontade de ajudar, ele,na verdade, havia condenado a borboleta. Ele não sabia que o esforço para romper o casulo era a forma que a natureza tinha inventado para fortalecer o corpo da borboleta, desenvolver suas asas e fazê-la voar. Algumas vezes, o esforço, a luta é justamente o que nos fortalece e prepara para os desafios da vida. Se Deus permitisse que passássemos pela vida sem nenhum obstáculo ou dificuldade, sem ter que vencer nenhuma barreira, Ele nos deixaria como que atrofiados, aleijados,incapazes de vôos mais altos.
É por isso que, na oração, nem sempre recebemos exatamente o que pedimos...
Eu pedi força... e Deus me deu dificuldades para superar e, assim me fortalecer.
Eu pedi sabedoria, conhecimento... e Deus me deu problemas para resolver.
Eu pedi prosperidade, solução para problemas materiais... e Deus me deu capacidade para trabalhar.
Eu pedi saúde, cura... e Ele me deu forças, paciência, compreensão e esperança.
Eu pedi coragem, disposição... e Deus me deu perigos para
enfrentar e superar.
Eu pedi favores, facilidades... e Deus me deu oportunidades.
Eu pedi carinho e amor... e Deus me deu pessoas com quem conviver.
Na minha oração eu não recebi nada do que pedi... mas sim tudo o que precisava...
   Simone Souza e Eleine Forastieri.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua Opinião é Muito Importante!
Colabore! Abraços Lourdes Duarte.