MEUS SEGUIDORES

quarta-feira, 12 de julho de 2017

DESTINO autora Profª Lourdes Duarte






DESTINO
Profª Lourdes Duarte


Segue o teu destino, não importas com o que vês
Neste mundo vasto e vago do teu olhar jocundo
Não tentes penetrar no tresloucado do teu pensamento
Atitudes suas, direcionam a escolha do teu rumo.


A causa de onde foi oriundo ou para o que veio,
Ou a forma com que cultivas a ilusão
És humano! É natural viver com aflição,
Nos acontecimentos, sim, é que há o destino:
Transformado, acreditando em você.


O destino muitas vezes é severo
E mesmo que ele faça suas escolhas
Com perseverança, força e otimismo,
Elevando seu pensamento mais positivo
Viverás, serás feliz  com resignação


Ao exalar teu estado otimista de mudanças,
Contemplando o ponto de vista que escolhestes
Teu pensamento é a planta concebida
E responsável pelo percurso do seu destino,

*****************





Sarah Westphal tem um pensamento que diz:

“Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu”.


                  Complementando com o pensamento do sábio Martin Luther King.   “O destino decide quem vamos encontrar na vida, o coração escolhe quem queremos em nossa vida, mas as nossas escolhas decidem quem fica”.


26 comentários:

  1. Bom dia, minha querida!
    Paz e bem!
    Que lindo seu texto, ótimo para refletirmos!
    O destino é bem vindo quando ele vem cheio de coisas boas.

    Beijos, fique com Deus!
    Andréa ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida amiga, grata pela visita, fico feliz que gostou da poesia. Volte sempre, abraçoss

      Excluir
  2. Ótimo texto.
    Obrigada por seguir o meu blog e já estou seguindo o seu blog de volta.

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Rafa! Que bom te ver aqui, obrigada, volte sempre. bjuss

      Excluir
  3. Acredito no destino, mas também acredito que devemos tentar concretizar alguns dos nossos sonhos.
    Muito bom, este seu poema.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade amiga! Com nossos atos direcionamos o nosso destino. Obrigada pela visita, volte sempre, abraçoss

      Excluir
  4. Acredito que o destino somos nós que o fazemos. Minha avó sempre dizia que Deus disse "Livra-te dos males que EU te livrarei dos ares."
    E é nisso que eu acredito. Deus deu-los o livre arbítrio. Logo somos nós que fazemos o destino.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Elvira, sábias palavras da sua avó. Concordo plenamente. grata pela visita, volte sempre, abraçoss

      Excluir
  5. Eu acredito no destino . E as vezes ele é mesmo severo ,mas estamos aqui para viver e aprender!
    Beijos

    Www.unhasclassicasemodernas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade amiga, ainda bem que Deus nos da oportunidade de aprendermos a cada dia. obrigada pela visita, volte sempre. Bjuss

      Excluir
  6. Olá Lourdes !Amei o texto. É por ai mesmo.Mesmo que o destino nao seja generoso,n podemos perder a fé,o otimismo e leveza de viver. E sempre com o coração cheio de gratitude por tudo que temos e somos.Te desejo uma linda noite,Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom amiga Patricia. Concordo com você, que nada nos leve a perder a fé. Grata pela visita, volte sempre, abraçoss

      Excluir
  7. Um texto lindíssimo, parabéns pelo bom gosto!!!
    Beijinhos.
    https://opecadomoraemcasa.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida! Obrigada pela visita, volte sempre. Bjuss

      Excluir
  8. Lindo texto e com o complemento ficou perfeito.
    Grande beijo e obrigada pela visita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida Jack, volte sempre. Abraçoss

      Excluir
  9. Maravilhoso Poema amada amo vir aqui! amo poema! parabéns, sou sua fã amada linda, muito obrigado pela visita no meu blog, fico muitoooooooooo feliz, beijinhosssssssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Rubia, também sou sua fã, amo suas postagens. Obrigada pela visita, volte sempre. Abraçoss

      Excluir
  10. Oi Lourdes, bt!
    Que belo texto. Eu procuro sempre seguir esse pensamento do Luther king fazendo as escolhas certas p/minha vida. Nem sempre eu consigo, mas Eu tento! Kkkkk
    Bjsss amiga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dinha, que bom que gostou do texto. Obrigada pela visita, volte sempre. Abraçoss

      Excluir
  11. Um lindo poema, gostei! :) Também já a estou a seguir. Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida Inês! Feliz em tê-la aqui seguindo o blog. Seja bem vinda, volte sempre. Abraçoss

      Excluir
  12. Gostei professora! O meio modela o homem, mas o pensamento o constrói. Ter bons pensamentos gera bons costumes. O ressentimento adoece o ser e o ódio, o mata. Parabéns! Grande abraço. Laerte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você amigo. Pena que a sociedade está deixando de lado a educação que privilegia os bons costumes e os valores.
      Obrigada sempre.

      Excluir
  13. Bom dia amiga Lourdes.
    Acredito nas nossas escolhas, creio que Deus não determina acontecimentos ruins para nossas vidas, cada um desenha seu destino. Muito bom ler seus pensares.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Boa noite querida Lourdes!Linda reflexão,acredito que o nosso destino depende das escolhas que fazemos.
    Uma semana de muita luz em sua vida.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Muitas vezes, a correria de nossas vidas nos impede de dar atenção ao que realmente vale a pena. E agradecer é uma das coisas que acabam ficando esquecidas na correria do dia-a-dia.
Pode ser por um simples favor ou por uma grande atitude, mas o agradecimento nunca deve ser esquecido. Obrigado Por Sua Atenção e Pelo Carinho e por ter vindo até aqui e deixando seu comentário importantíssimo para o engrandecimento das postagens. SEJA SEMPRE BEM VINDO(A) Profª Lourdes Duarte